Últimos assuntos
» [Parceria] Saint Seiya RPG - Santuário RPG
Qui Jun 29, 2017 2:08 pm por Sazaki

» [Parceria] Naruto Survival RPG
Dom Jun 18, 2017 2:43 pm por Survival_Naruto

» Finalmente, o fim do FTA
Qui Abr 06, 2017 8:25 pm por Lord.Kiaro

» Teste de templates
Qui Abr 06, 2017 3:48 pm por Raizen

» [Parceria] Grim Gale
Qui Mar 09, 2017 10:52 am por Grim Gale

» Nascimento TFA
Dom Fev 26, 2017 6:36 pm por Lord.Kiaro

» Previsões?
Sex Fev 10, 2017 7:44 am por Erj Euclid

» Parceria Naruto Tte Bayo
Dom Dez 18, 2016 9:32 am por Aegon

» Hoorii Raito
Qua Nov 16, 2016 2:17 pm por GM.Jin

» Nova Lore
Ter Nov 15, 2016 1:47 pm por GM.Jin

» Mia Avaron
Ter Nov 15, 2016 1:39 pm por GM.Jin

» Aohana Yume
Ter Nov 15, 2016 1:38 pm por GM.Jin

» Ajani Stiegen
Ter Nov 15, 2016 10:43 am por GM.Jin

» I - First
Ter Nov 01, 2016 10:58 am por ADM.Ideo

» Alissa Sena
Dom Out 23, 2016 6:54 pm por GM.Jin


Pequenos Contos (Jéssica C. Sens)

 :: Área Off :: OFF :: Area Livre

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pequenos Contos (Jéssica C. Sens)

Mensagem por Dria Galfin em Ter Fev 07, 2012 7:45 pm

Setas Brancas

Ele latiu mais uma vez chamando por ela, mas o corpo esbranquiçado já não podia mais responder.

Foi a primeira vez que Kodiak sentiu a dor da perda, ali na sua frente jazia a voz mais suave que já conhecera a voz que nos dias de frio dentro da pequena toca em que viviam o embalava em belas cações de ninar.

Pela primeira vez em sua vida uivou de dor, em seu intimo sabia que não seria a única, então um sentimento mais forte nasceu dentro do jovem lobo o de vingar se dos caçadores que havia o separado eternamente de sua doce mãe.

Lambeu seu focinho pela ultima vez e seguiu em frente ainda sentia o cheiro daqueles que a feriram gravemente, correu pela trilha com apenas um sentimento em seu coração o ódio e a vontade de sentir o sangue deles em suas presas...

...

Os caçadores riam em voltada fogueira haviam conseguido boas peles mas se lamentavam por ter deixado a loba e seu filhote escaparem, haviam seguido o rastro de sangue mas a loba, lhes despistou perto do rio...


...
Os caçadores só se deram conta do que os atacava quando viram um dos seus cair no chão com um lobo mordendo seu pescoço, não puderam fazer nada quando este soltou seu ultimo grito de dor, depois disso só viram o lobo rosnar e mostrar seus dentes brancos antes de atacar de novo...


...

O viajante que passou pela clareira ficou horrorizado quando viu a chacina feita pelo lobo, tremeu de medo quando este olhou em sua direção enquanto arrancava o coração de um dos caçadores depois disso viu o lobo uivar e se afastar dali com uma pequena ferida em seu peito....
avatar
Dria Galfin
Mago
Mago

Mensagens : 138
Data de inscrição : 09/01/2012
Idade : 25

Ficha de Personagem
Ficha:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequenos Contos (Jéssica C. Sens)

Mensagem por Shogih V. em Ter Fev 07, 2012 8:01 pm

u.u Legal, e empolgante.



Legenda:
Ação
Pensamento
Minhas Falas
Técnicas


Kit Designed By: [size=14]Kiaro , The Supreme God...[/size]


Ficha
A Pedra da Lua





Cenário. NPCs. Acontecimentos. Aventura. Só o narrador pode controlar os 4 elementos. Mas quando o Shogih mais precisa dele, ele desaparece.
avatar
Shogih V.
Cavaleiro
Cavaleiro

Mensagens : 682
Data de inscrição : 18/11/2011
Idade : 19
Localização : No Universo

Ficha de Personagem
Ficha:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequenos Contos (Jéssica C. Sens)

Mensagem por Dria Galfin em Ter Mar 06, 2012 12:37 pm

- Alguns anjos merecem morrer...

Seus olhos emanavam uma força quase que divina diante dos seres caídos, mas assim como as criaturas caídas a sua volta seu coração transbordava em trevas.

- E humanos não deveriam invocar demônios que não podem controlar...

A jovem segura um grito abafada por suas mãos, a sua volta havia apenas o sangue escorrendo dos corpos deformados pela morte pavorosa que tiveram, enquanto a criatura amorfa ainda se remexia dentro do sacrifício, os tentáculos de sombras que tentavam alcançá-la agora pareciam prontos para destroçá-la como fizeram com os homens de capuz.

Os tentáculos pararam de investir contra a garota quando estes tocaram as botas do celestial, um rugido do ser amorfo fez a garota gritar em desespero enquanto o Anjo passava ao seu lado carregando uma longa espada, quando este saca a arma os rugidos cessam por instantes antes de se transformarem em suplicas urradas para fora da criatura que agora parecia tomar um formato mais humano.

- Carne eu preciso de mais carne Pura......

Um sorriso surge nos lábios do Anjo enquanto este sobe no altar improvisado no meio do galpão abandonado em que a chacina havia ocorrido, porem a lamina da espada age primeiro perfurando a carne pútrida da criatura..

- Desculpa mas suplicas não funcionam conosco!

O berro que se seguiu fez com que a garota se encolhesse mais contra a parede, quando o Anjo olhou em sua direção esta começou a chorar temendo por sua vida e gritou quando este começou a andar em sua direção.

A jovem não conseguiu acompanhar a velocidade dos movimentos do Anjo porque com um simples piscar de olhos este já estava a alguns passos de si e com a grande espada guardada em sua bainha enquanto a criatura queimava em um fogo azul, o ser a sua frente parecia não se importar com nada a sua volta, muito menos os corpos retorcidos sem vida.
- Por favor não me machuque!

Foram as palavras que a jovem pronunciou antes de ver as lagrimas escorrer pelos olhos inquisidores do Celestial a sua frente, seu coração se acalmou por alguns instantes, mas quando o celestial se ajoelhou a ficando cara a cara com a jovem, esta pode encarar seus olhos cheios de ódio e rancor, e o medo tomou-lhe o corpo..

- Você devia estar morta Lilith! Mas porque habitar o corpo de um inocente??!

Apenas um nome veio aos lábios da jovem, como uma lembrança há muito esquecida:

- Miguel..

A jovem se encolheu quando o celestial colocou uma mecha de seu cabelo para traz ouvindo as palavras sussurradas.

- Tome cuidado da próxima vez não terei tanta pena da inocente em que habitas..

Este se levanta e da as costas para a jovem de cabelos ruivos, enquanto lagrimas ainda escorriam por seus olhos.

Assim que a presença do celestial se desfaz, a jovem mergulha numa profunda escuridão.
avatar
Dria Galfin
Mago
Mago

Mensagens : 138
Data de inscrição : 09/01/2012
Idade : 25

Ficha de Personagem
Ficha:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequenos Contos (Jéssica C. Sens)

Mensagem por Dria Galfin em Ter Mar 06, 2012 12:58 pm

O ancião não tremeu quando a viu chegar pelo contrario ele sorriu com suavidade, a jovem a sua frente também sorriu perguntando.

- O senhor não esta com medo?

O velho sentado em sua cadeira de rodas no corredor do asilo balançou a cabeça negativamente e respondeu sorrindo ainda mais.

- Não! Apenas curioso.

A jovem ri baixo e pergunta:

- Curioso sobre oque?

- Curioso em saber porque a senhorita demorou tanto a vir me buscar?

Os olhos sorridentes da jovem olham para aquele mortal com pena, esta volta a sorrir e responde.

- Não era sua hora!

O homem sorri enquanto as assas negras o encobre fazendo com que toda a dor sumisse de seu corpo sendo trocada pela profunda calma e paz que a morte traz as pessoas que toca.

Uma lagrima cai do rosto da jovem enquanto esta observa os movimentos dos mortais a sua volta, tao bela havia sido aquela vida retirada e mais bela ainda havia sido a morte daquele homem que por alguns instantes a jovem amara como amava todos aqueles que adentravam em seu escuro reino.

- Você esta bem irma??

A celestial enxuga as lagrimas que escorriam por sua face e responde..

- Estou Gabriel. Obrigada por me acompanhar!!

O anjo toca no testa do homem e faz uma breve oração, quando este se vira e encara sua irma este apenas responde.

- Ele tinha a mesma luz que Miguel! Pena que essa luz parece destinada a se extinguir..

- Eu lembro dela, mas o destino de Miguel foi cruel. Cruel o suficiente para revoltar Lúcifer!Mas não revoltou a Miguel?

Gabriel sorri de maneira triste e responde.

- O revoltou sim minha irma! Mas algo dentro dele mudou, apenas não conseguimos ver
antes de sentirmos falta. E quanta falta ele nos faz Muriel?


A jovem de cabelos negros sorri e assente com a cabeça dizendo.

- Muita Gabriel. Mas ele escolheu assim. Oque poderíamos fazer?

O celestial balançou a cabeça e disse:

- Nada ele não aceitaria ajuda de ninguém. Afinal é um arcanjo orgulhoso.

A jovem gargalha alto e responde.

- Todos vocês o são.

...
avatar
Dria Galfin
Mago
Mago

Mensagens : 138
Data de inscrição : 09/01/2012
Idade : 25

Ficha de Personagem
Ficha:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequenos Contos (Jéssica C. Sens)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 :: Área Off :: OFF :: Area Livre

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum