Últimos assuntos
» [Parceria] Saint Seiya RPG - Santuário RPG
Qui Jun 29, 2017 2:08 pm por Sazaki

» [Parceria] Naruto Survival RPG
Dom Jun 18, 2017 2:43 pm por Survival_Naruto

» Finalmente, o fim do FTA
Qui Abr 06, 2017 8:25 pm por Lord.Kiaro

» Teste de templates
Qui Abr 06, 2017 3:48 pm por Raizen

» [Parceria] Grim Gale
Qui Mar 09, 2017 10:52 am por Grim Gale

» Nascimento TFA
Dom Fev 26, 2017 6:36 pm por Lord.Kiaro

» Previsões?
Sex Fev 10, 2017 7:44 am por Erj Euclid

» Parceria Naruto Tte Bayo
Dom Dez 18, 2016 9:32 am por Aegon

» Hoorii Raito
Qua Nov 16, 2016 2:17 pm por GM.Jin

» Nova Lore
Ter Nov 15, 2016 1:47 pm por GM.Jin

» Mia Avaron
Ter Nov 15, 2016 1:39 pm por GM.Jin

» Aohana Yume
Ter Nov 15, 2016 1:38 pm por GM.Jin

» Ajani Stiegen
Ter Nov 15, 2016 10:43 am por GM.Jin

» I - First
Ter Nov 01, 2016 10:58 am por ADM.Ideo

» Alissa Sena
Dom Out 23, 2016 6:54 pm por GM.Jin


Treinamento de Mayu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Treinamento de Mayu

Mensagem por Mayu em Qua Out 02, 2013 7:53 pm

Treinamento

     O sol acabava de nascer, sua luz invadia o quanto da garota que se encontrava dormindo debruçada em sua cama, a luz que era refletida pelo vidro de seu quarto a fazia abrir os olhos, muito cansada levantou-se da cama e se trocou. Arrastando seus pés pelo corredor e passando sala, ao chegar na cozinha se deparava com um pequeno bilhete, estava escrita em uma letra garranchosa que dizia:
“Mayu tive alguns problemas para resolver então sai mais cedo, tem comida na geladeira. Te vejo mais tarde.
Broch”


    Após comer Mayu resolve treinar e iria começar pelo cérebro! Queria ir ate a biblioteca mais próxima de sua casa, ficava alguns quilômetros de sua casa, era uma caminhada um pouco cansativa, seu físico ainda não era muito bom, por isso resolveu levar uma garrafa de agua.
   No caminho pensava “ Que livro devo ler, sobre magias ou sobre outra coisa? “, estava na metade do caminho quando ouviu seu nome, uma voz masculina vinha de sua esquerda, tinha impressão de já tela ouvido, mas não lembrava de quem, no meio da calçada era encontrada parada olhando para um lado e para o outro a procura da pessoa que havia chamado por seu nome, quando sente um cutucão em seu ombro, rapidamente se virou para despachar tudo que queria na pessoa “Quem será, odeio ser cutucada!!”, sem nem ver quem era o infeliz aumentou o tom de sua voz e disse:
   --- Quem é você?! Para de me cutucar seu... ---  antes de terminar a frase subiu os olhos e ao olhar em seu rosto viu quem era, um cliente chato de Broch, um riquinho mimado, mas não podia agir como sempre, ele poderia dar chilique e causar problemas ao Broch, tinha que ficar calma --- Ah! É você! ...A quanto tempo --- Dizia com um sorriso forçado em seu rosto e para se acalmar deu uns tapinhas no ombro dele, parecia querer  te-los dados mais forte.
    --- Nós não nos vimos ontem? --- disse limpando a parte tocada pela menina.
    “ É mesmo... como eu não suporto e ainda mais quando o vejo quase todo santo dia, queria lhe dar um chute, mas se eu mata-lo Broch vai perder um ótimo cliente ...”
    --- Mas... é que... para mim faz tanto tempo – após dizer solta uma risadinha nervosa.
    ---Hmm... tudo bem, na próxima semana quero minha espada pronta. --- disse com ar de mandão
    --- Claro, claro... bem preciso ir estudar, ate mais! --- Diz ela com um pequeno sorriso no rosto, abanava a mão ate virar a esquina onde despejou toda sua raiva numa parede com um soco, que por sinal doeu muito, pois fez uma careta de dor.
   Chegando na biblioteca começava a vasculhar os livros, pegou um livro de capa de couro que ela havia se interessado pelo nome “Regras dos Heróis”, pequenos trechos ficaram guardadas em sua mente “ ... proteger os mais fracos e ajudar os mais fortes, essa é nossa lei, proteger quem amamos e proteger os amados por outros...” , “... viver ou morrer por alguém, escolhas difíceis...”, realmente essa escolha é difícil, viver por quem ama mas e se a pessoa estiver a beira da morte? Continuou lendo o livro e o questionando, não concordava em algumas coisas com o livro, mesmo o questionando estava gostando do livro, estava aprendendo como os heróis pensavam e sua maneira de pensar era totalmente diferente. Ao dar uma da tarde resolveu voltar para casa, estava começando a ficar com fome.
    Saindo da biblioteca falou com a bibliotecária e perguntou se podia levar o livro, queria ir lendo no caminho, foi então que percebeu, as ultimas paginas estavam em branco, como se o livro não estivesse acabado.
    No caminho encontrou Broch que iria para lá também começaram uma conversa, ela mencionou o livro e ele disse que já havia lido-o, então resolveu perguntar:
   --- Broch, por que ele acaba com folhas brancas, você sabe o porquê?  
  --- Não sei 
   Chegando na casa eles almoçaram rapidamente, seus horários do cardápio começavam cedo e os seus estômagos reclamavam o atraso. Broch virou para menina com um sorriso no rosto e disse:
   --- O que você vai fazer?
   --- Treinar! – disse ela animada, apostava que ele iria dizer que iria treina-la, era o quê sempre fazia apos fazer essa pergunta.
   --- Bem... você não sabe treinar sozinha, vou te ajudar --- disse ele animado.
   --- Logico que eu sei, você acha que tenho cara de criança --- assim que ele ouviu começou a dar risada, aquilo era verdade, o rosto de Mayu estava vermelho de raiva e de vergonha de suas palavras.
Ambos começaram, ela a levou para a sala de treinamento, era uma pequena sala com várias ferramentas de treinamento. Broch olhou em seus olhos e disse comum sorriso sinistro no rosto, como se fosse mata-la de  tanto treinar e disse:
   --- Aquecimento com flexões, no mínimo 15 --- seu sorriso desaparecia de seu rosto enquanto ficava numa posição de “sou um general”.
“Odeio flexões, sou péssima, mas se não fizer ele vai brigar e falar que sou uma criança e me tratar como uma pela semana inteira, droga...” Mayu começou a faze-las, logo na terceira sentiu seu peso ficar mais difícil de levantar, na sexta seus braços estavam tremendo como se eles iam se render, na decima não conseguia mais levantar seu corpo a 5 cm do chão, quando terminou e levantou não sentia mais seus braços. Broch não havia se mexido, continuava naquela posição, então seu primeiro movimento foi apontar para os pesos e disse:
   --- Levantamento de pesos com a pernas o dobro de vezes agora, de 10 kg.
    Isso já era mais fácil para ela, sua pernas eram bem fortes, começou a fazer o levantamento, na quinta começou a sentir um pouco de dor, na decima as sentia mais pesadas, na trigésima não as sentia mais. Quando levantou quase caiu no chão, se sentia pesada parecia estar com labirintite. Ele novamente deu a ordem:
   --- Treino de combate após descanso.
Uns dez minutos depois eles foram para o quintal, foi então que ele disse:
   --- A magia também pode ser usada, mas para facilitar eu não vou usar --- disse ele escondendo uma mão e um pé se equilibrando --- E é claro, só usarei uma perna e uma mão.
   --- Não me subestime! Também não usarei magia --- disse com raiva de ser subestimada.
   Começou com vários chutes mirados em sua cabeça, mas Broch esquivava deles com muita facilidade então ele agarrou seu pé e tentou puxa-la, mas ela antes de cair com seu outro pé acertou sua mão fazendo-o solta-la mas acabou caindo no chão se apoiando com a mão, tentou se levantar mas ele a pegou pelo colarinho e a ergueu, Mayu tentava sair daquela situação mas não conseguiu então com uma de suas mão o surpreendeu com um soco que foi protegido com sua mão assim fazendo-a cair no chão, a luta foi demorada, mesmo ele usando apenas uma mão e um pé. A menina estava cansada, haviam se passado horas naquela luta, ela continuava mesmo estando quase em seu limite, seus batimentos estavam mais fortes e rapidos, foi quando lembrou do livro “...desistir quando é preciso é o certo a se fazer...”, “ e eu com isso não vou desistir ate terminar”, Mayu subiu um de seus punhos fazendo segura-lo, ela chutou a perna de apoio fazendo-o perder o equilíbrio, foi então que pela primeira vez ele colocou um de seus pé no chão para não cair ao ver o conseguido começou a comemorar, agora tinha de faze-lo usar a outra  mão, seria difícil mas ela tinha um plano, com uma das mãos se posicionava para dar um soco ao libera-lo foi bloqueado por Broch que foi pego de surpresa com um chute, foi obrigado a usar a outra mão para se defender, o rosto da menina estava sorridente, tinha conseguido faze-lo lutar  de igual para igual, Broch impressionado disse:
  --- Você cresceu bastante, acho que não devia telo subestimado-a, vamos lutar seriamente agora!
  --- Não irei desaponta-lo!
  Ambos lutavam ferozmente mas mesmo todo o esforço de Mayu não era o suficiente para derrotar Broch, ao dizer lutar a serio ele ficou mais forte, como se antes não estivesse usando metade de sua força.
 Já era seis horas da tarde, sua visão estava ficando embaçada e seu coração era a única coisa que podia ouvir o cansaço ia faze-la desmaiar, foi então que ela percebeu que estava em seu limite, não queria desistir e nem perder mas foi tudo tão rápido, ela simplesmente desmaiou.
 --- Saiba seu limite, nunca se esforce demais. --- foi a ultima coisa que ouviu naquele momento.

       4 Dias depois

 Acordava com muita dor no corpo, não conseguia se mexer e nem se levantar. Se encontrava em cima de sua cama, Broch estava deitado no sofá ao seu lado, como se ouve-se passado a noite cuidando dela, ela sorriu pois aquilo realmente parecia ter acontecido, estava com uma toalha molhada em sua cabeça, uma bacia com água fria ao seu lado, deveria ter ficado com febre anoite pois ainda se sentia febril e vários pratos e copos ao seu redor.
 Depois de algum tempo conseguiu se levantar com muito esforço cada passo era um obstaculo, pegou a coberta de sua cama e jogou-a sobre o corpo de Broch, era um tempo chuvoso, resolveu ler o livro, na ultima pagina escrita com a mesma letra do bilhete estava escrito "Sempre saiba seu limite", um sorriso foi estampado em seu rosto, mas logo caiu sua ficha "MALDITO SEJA! Agora vou ter que pagar uma taxa para a biblioteca!", nervosa por ter que pagar tacou o livro na cabeça de Broch que acordou assustado com o golpe:
 --- Ei! Por que você fez isso!?
 --- Terei que pagar muita porque você rabiscou o livro a caneta!
 --- Eu inventei outra regra... algum problema!
--- Então você paga a taxa --- desse ela entregando o livro a ele
 --- Tudo bem, mas pela livrada 40 Flexões! Para o chão agora !--- Disse ele irritado ainda pelo golpe.
--- Ah! eu estou doente... --- mas ao dizer isso olhou para o rosto de Broch, ele estava realmente bravo e se aproveitar da doença não iria ajudar ---Tudo bem, mas tenho algo a dizer: Obrigado por ter cuidado de mim --- logo em seguida foi ao chão e começou faze-las
  Broch sentou no sofá com as mão sobre o rosto, estava irritado mas feliz por ela ter voltado ao normal, foi quando ela reparou em seus olhos, ambos estavam com olheiras, ela nunca o havia visto com, estava despenteado e sua barba um pouco mais comprida e nascia mais branca.
  Mayu pelo fato de estar doente não aguentava mais levantar seu peso com os braços logo na terceira " Eu não irei aguentar ate 40", nas sexta seu braço não a conseguia nem se mover para cima, ficou empacada na decima seu braço todo tremia, alguns minutos haviam se passado e não conseguia mais, conseguiu chegar ate a onze com muito esforço, mas foi apenas até ai, se jogou de costas para descansar seu corpo ainda estava dolorido e seus braços e mãos acabados, de cansaço dormiu no chão frio, acordou uma meia hora depois e continuou. Quanto finalmente chegou, resolveu voltar a dormir, ambos eram encontrados dormindo, Broch e Mayu.



Fala
Pensamento
Outros[/color][/color]
avatar
Mayu
Novatos
Novatos

Mensagens : 1
Data de inscrição : 28/09/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treinamento de Mayu

Mensagem por GM.Razard em Sab Out 05, 2013 12:45 pm

Físicos: 2
Mentais: 1
Sociai: 1

OBS: Seu treino foi muito fraco, faltou muitas descrições e você simplesmente pulava algumas partes. Quando for ler um livro, coloque um trecho do mesmo e depois coloque o que você aprendeu, ou seja, suas discussões sobre o livro. Na questão do físico, você deixou muito a desejar, mas achei a luta "boazinha". Descreva melhor os movimentos e principalmente dos exercícios, nas flexões você só disse que ia fazer, mas explique como você fez pois existem varias variações de flexões. Boa sorte no level 2.
avatar
GM.Razard
Mago Das Trevas
Mago Das Trevas

Mensagens : 124
Data de inscrição : 16/06/2012
Idade : 21

Ficha de Personagem
Ficha:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum