Últimos assuntos
» [Parceria] Saint Seiya RPG - Santuário RPG
Qui Jun 29, 2017 2:08 pm por Sazaki

» [Parceria] Naruto Survival RPG
Dom Jun 18, 2017 2:43 pm por Survival_Naruto

» Finalmente, o fim do FTA
Qui Abr 06, 2017 8:25 pm por Lord.Kiaro

» Teste de templates
Qui Abr 06, 2017 3:48 pm por Raizen

» [Parceria] Grim Gale
Qui Mar 09, 2017 10:52 am por Grim Gale

» Nascimento TFA
Dom Fev 26, 2017 6:36 pm por Lord.Kiaro

» Previsões?
Sex Fev 10, 2017 7:44 am por Erj Euclid

» Parceria Naruto Tte Bayo
Dom Dez 18, 2016 9:32 am por Aegon

» Hoorii Raito
Qua Nov 16, 2016 2:17 pm por GM.Jin

» Nova Lore
Ter Nov 15, 2016 1:47 pm por GM.Jin

» Mia Avaron
Ter Nov 15, 2016 1:39 pm por GM.Jin

» Aohana Yume
Ter Nov 15, 2016 1:38 pm por GM.Jin

» Ajani Stiegen
Ter Nov 15, 2016 10:43 am por GM.Jin

» I - First
Ter Nov 01, 2016 10:58 am por ADM.Ideo

» Alissa Sena
Dom Out 23, 2016 6:54 pm por GM.Jin


[TREINAMENTO] Kipi

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[TREINAMENTO] Kipi

Mensagem por Karura em Sex Jan 03, 2014 9:31 pm

AGILIDADE - DESTREZA - PODER MAGICO - VITALIDADE - PERCEPÇÃO

______________________________________________________________________

Cansada de ficar parada e vagando pelas ruas de Balsam, Kipi se põem a procura de trabalhos. Esta porem é uma cidade turística e pouco oferece de possibilidades a uma Gunner, uma das melhores opções são as caçadas oferecidas pelos restaurantes em busca de comidas exóticas, carne de peixes, frutas ou animais que vivem em áreas afastadas e por isso são difíceis de capturar, desta forma sendo alimentos não entregues pelos mercadores.
Kipi põem-se a caminhar pelas ruas de Balsam, vagando de restaurante a restaurante, que no total são quinze em toda a cidade. Esta caminhada a busca de trabalhos lhe toma mais de cinco horas, afinal os restaurantes não ficam tão próximos assim uns dos outros e ainda se deve incluir o tempo das negociações. Após esta primeira faze de sua tarefa Kipi constrói uma lista das mercadorias pedidas:

-Carne de peixe Minguante
-Frutas Aladas
-Uma erva do vale do vapor

Três itens diferentes nas encomendas, feitas também por três dos restaurantes onde o trabalho foi oferecido.

Antes de iniciar a longa jornada Kipi arruma suas armas, as limpa e lubrifica, assim como pega dois grandes saco feitos de um tecido resistente para trazer as mercadorias.
Após estar pronta Kipi começa a caminhar, seguindo para o exterior da cidade e se dirigindo em direção ao Vale do Vapor, pois este seria o ponto mais distante de sua caminhada, porem todos os outros itens estariam presentes pelo caminho.
A jornada de Kipi não era nada curta ou simples, calculava-se que levaria ao menos três dias de ida e volta. Para economizar energia e não carregar peso extra Kipi não leva consigo alimentos, sendo necessárias colher frutas ou caçar pequenos animais pelo caminho.
Depois de quatro horas de jornada iniciada Kipi começa a encontrar as primeiras arvores frutíferas, contendo pequenas frutas vermelhas de sabor adocicado. Kipi não sessa sua caminhada por conta das frutas, pois as arvores se estendem por um longo caminho, por esta razão Kipi vai colhendo as frutas uma a uma e as comendo em quanto anda. A jornada será longa e demorada, não há tempo para se descansar ou reduzir a velocidade da caminhada.
Kipi havia partido da cidade de Balsam ainda era de manhã, nesta altura da jornada já surgiam as primeiras estrelas no céu e ela ainda não havia parado nem mesmo por um segundo para relaxar, mas pode-se dizer que seu esforço valeu a pena, pois ao cair da noite Kipi havia chego no local onde se encontravam as Frutas Aladas.
Estas frutas faziam jus ao seu nome, elas nasciam de uma arvore gigantes que fazia qualquer pessoa que estivesse ao seu lado parecer uma pequena formiguinha. As frutas surgiam nos galhos mais altos desta imensa árvore o que deveria ocorrer em média a uma distancia de trinta metros do chão, porem para dificultar a missão o vento soprava forte fazendo os imensos galhos das arvores balançarem sem parar e era noite. Por ultimo, mas não menos complicado, o restaurante precisaria das frutas intactas, nada adiantaria levar frutas destroçadas.
Esta missão já se iniciava com um grau imenso de dificuldade, porem uma Gunner talvez fosse mesmo a pessoa mais apropriada para esta missão. Kipi possuía grande maestria com armas de fogo e poderia derrubar as frutas com seus tiros, com uma condição, não poderia atingir as frutas, apenas poderia atingir a parte do galho onde as frutas se prendiam e ainda deveria ser capas de pega-las antes que se chocassem ao chão.
Kipi posiciona-se então, não pode mirar em uma fruta muito distante de si por que se fizer isto não terá tempo de pega-la, mas mirar em uma fruta muito próxima seria difícil devido ao fato de ter de mirar para cima, por esta razão Kipi opta por mirar em frutas que consegui atingir elevando sua arma em média a 70ºgraus. Logo no primeiro tiro “profht” a fruta é totalmente destruída no ar, pois o tiro de Kipi a atinge.
Será bastante difícil atingir o alvo, mirar para cima, ter o fator vento e os galhos balançando, entretanto algo deve ser levado em conta, isto é, o vento é constante por esta razão os galhos das árvores sempre oscilam em movimentos constantes e similares, isto exige atenção de Kipi que para por algum tempo e observa a oscilação das árvores e então após ter decorado a velocidade das oscilações “trann” o galho da arvore é atingido logo acima do local em que a fruta estava e a mesma cai em direção ao chão. Kipi possui a vantagem de ser ambidestra e isto a permite correr para pegar a fruta em quanto segura a arma com uma das mãos e agarra a fruta com a outra. Esta fruta possui um tamanho similar ao de uma maçã, isto permite que seja apanhada com apenas uma das mãos e o fato de estar tão longe do chão faz com que a fruta  leve alguns segundos antes de se chocar com ele, tempo suficiente para Kipi agarrara-las no ar.
Em alguns momentos Kipi acaba por atingir as frutas e as destroem, esta explosão das frutas no ar libera um aroma doce que se espalha pela imensidão da noite, assim como o estrondo gerado pelos tiros ecoam varias e varias vezes pela escuridão da floresta. Este som e o cheio produzidos e espalhados pelo ar certamente poderiam atrai algum tipo de criatura, mas por hora parece que Kipi esta com sorte.
Esta brincadeira de tiro ao alvo toma quase duas horas da exime atiradora, porem esse período permite a Kipi a coleta de uma média de dez quilos desta fruta, sendo que algumas Kipi separa para si própria, para comer durante o restante da viagem.
Kipi neste momento enche um dos sacos de tecido destas frutas, um dos sacos que havia levado consigo. Então o saco tem sua boca amarrada e é colocado aos pés de uma das arvores gigantes, onde Kipi também se senta e tira um leve cochilo, porem nem mesmo dormindo ela se solta de sua arma.
Kipi possui uma audição aguçada, acordaria facilmente com o menor dos barulhos, mas mesmo durante a noite não cai em sono profundo, apenas tira leves cochilos consecutivos, mas sempre tentando manter a atenção e não se descuidar.
Este primeiro dia exigiu de Kipi horas e horas de caminhada, exercício que desgastou muito de sua energia, porem é sabido que ao se recuperar desta caminha Kipi certamente estará com seus músculos mais tonificados e sua vitalidade desenvolvida, pois exercícios físicos permitem também o desenvolvimento da saúde e da resistência corporal. Não apenas os músculos de Kipi foram extremamente exigidos, mas também sua habilidade de concentrar-se, mirar e atirar, as dezenas de tiros consecutivos certamente auxiliaram Kipi a desenvolver seu poder de fogo e sua precisão nos tiros, assim como ajudaram em sua percepção ao forçar Kipi a observar e compreender a velocidade e condições da movimentação das arvores.
Kipi desperta ao segundo dia de sua jornada, neste momento já mais descansada e revigorada, logo se pondo a caminhar novamente. Durante a caminhada Kipi chega a um rio de aguas correntes e repletas de peixes, estes são os Peixes Minguantes. Este nome lhes é dado devido ao fato de serem bastante pequenos, não maiores que um polegar, assim como a boatos que dizem que este peixe pode reduzir seu tamanho pela metade quando se sente ameaçado.
Desta vez Kipi não pode utilizar de sua arma para capturar os peixes, pois um único tiro os deslassaria completamente. Devido a estes fatos Kipi entre na água caminhando sobre algumas pedras, sobre estas a agua chega apenas um pouco acima dos joelhos de Kipi.
A superfície das pedras é bastante lisa e a correnteza da agua empurra constantemente Kipi, exercendo força para joga-la fora das pedras, por esta razão Kipi preisa se manter atenta, não pode se descuidar em seus movimentos, pois estes devem ser precisão, o que certamente exige muita destreza.
Os peixes passam por Kipi, passando por todos os lados devido aos cardumes de grande volume deste pequenino peixe. Kipi precisa agarra-los com as mãos, porem eles são pequenos e ágeis tornando esta ação bastante difícil. Desta vez embora não esteja utilizando sua arma Kipi ainda sim é forçada a demonstrar grande precisão e maestria em seus movimentos, isto para agarrar os peixes e então enfia-los no saco que esta em sua mão, o outro saco que Kipi ainda não havia utilizado.
Devido ao grande volume dos peixes esta caçada não demora tanto quanto poderia, assim levando cerca de uma hora e meia, porem quando Kipi se retira da agua já esta exausta devido a grande força que teve de exercer durante todo o tempo em suas pernas e abdômen para não ser levada pela correnteza do rio.
Neste momento chega-se a parte mais complicada da missão, a coleta da erva do vale do vapor. Balsam é conhecida por suas fontes termais e isto se deve ao fato do solo do local ser extremante quente devido a poços vulcânicos e pode-se dizer que o vale do vapor é uma grande banheira de agua fervente. O vale do vapor possui um imenso lago de aguas extremamente quentes, fazendo com que grande quantia de vapor seja liberado no ar, o local é quente, perigoso e difícil visão.
Kipi caminha em direção ao seu ultimo destino carregando em suas costas quase quinze quilos de suprimentos, sendo estes as Frutas Aladas e os Peixes Minguantes anteriormente coletados.
A chegada ao destino final toma mais tempo de Kipi do que o desejado, forçando-a a caminhar por mais quase meio dia. Este atraso em sua caminhada se deve ao peso que carrega em suas costas, entretanto este peso também serve de auxilio a Kipi lhe servindo de alimento, por esta razão Kipi pegou uma quantia tão grande de Frutas Aladas, para poder também se alimentar delas durante a jornada.
Chegando ao destino final Kipi mau pode acreditar em sua sorte, pois existe uma Erva do Vale do Vapor logo no inicio do vale, em uma área ainda não tomada totalmente pelo vapor do grande lago. Kipi logo se dirige a Erva que esta a beira de um barranco e a arranca da terra, porem a sorte de Kipi não dura tanto quanto ela gostaria. Logo que arranca a Erva do barrando Kipi pode ouvir ao longe com sua audição aguçada o som de paços de uma criatura certamente grande e pesada e, ao olhar em meio ao vapor Kipi nota os olhos brilhantes de fogo de um Golem da Lava.

Golem de Lava:

Logo que vê a criatura Kipi põem-se a corre, porem pode ouvir os grandes passos pesados do Golem a seguindo, Kipi sabe que não adiante correr, já esta cansada de sua longa jornada e não resistiria muito tempo apenas fugindo de uma criatura tão grandiosa, por esta razão Kipi para de correr, vira-se em direção a criatura e começa e lhe encher de tiros sequenciados. Os tiros não causam grande dano a criatura rochosa que possui seu interior feite de lava, porem quando vários tiros atingem o mesmo ponte as rochas começam a lascar.
Kipi já não pode fugir e por esta razão focasse em atirar em uma das pernas da criatura, pois nesta região sua corpo era menos espeço, Kipi atira e atira sem parar até que a criatura chega a ela e então tenta lhe desferir um potente soco, este soco certamente possuiria peso o suficiente para esmagar um humano, porem Kipi é capaz de se disviar graças a suas movimentos rápidos e sua capacidade de criar ilusões. Logo que a criatura ia lhe atingir com um soco Kipi criou uma ilusão passando ao imenso Golem que estava se deslocando para a direita e por isto no momento do soco a criatura moveu sua braço nesta direção, mas na verdade Kipi correu para a esquerda assim se desviando.
Em quanto corria para o lado oposto ao qual a criatura se virou Kipi continua atirando incessantemente na perna da criatura e esta que já estava bastante lascada na parte frontal logo começa também a se lascar em um das laterais e na parte de traz.
Ao notar que havia sido iludido a criatura tenta se virar para novamente atingir Kipi, porem para isto o Golem foi forçada a se virar para traz e durante o movimento apoio seu peso sobre a perna já danificada fazendo-a romper-se ainda mais.
Quando Kipi nota o grande dano causado na perna da criatura devido ao seu movimento descuidado ela para de se deslocar e passa apenas a atirar, tentando manter a maior precisão e velocidade possível nos tiros. Então a criatura se aproxima novamente, caminhando a passos lentos e tortos devido ao grande dano já causado em uma das penas, com a intensão de tentar novamente socar Kipi, porem a garota permanece parada atirando, esperando o Golem chegar a cerca de sete metros de distancia de si, quando esta distancia é atingida Kipi corre em direção ao monstro, o qual tenta atingi-la com um novo soco. Todavia, Kipi foi capaz de na primeira vez observar os movimentos da criatura e notou que a mesma possui a movimentação dos braços bastante lenta devido ao fato de serem bastante grossos e pesados, quase da grossura de sua próprio tronco, já sabendo a velocidade da criatura e na vantagem da mesma já não podem se apoiar sobre uma das pernas Kipi se desvia facilmente do segundo golpe e correndo em direção a criatura imensa passa por baixo dele encostando o cano de sua arma na parte mais danificada de sua perna e logo em seguida dando três tiros consecutivos a queima roupa.
Assim que estes tiros são realizados Kipi corre para longe da criatura que logo em seguida cai sobre seu próprio peso e tem sua perna separada do resto do corpo, impedindo-a de se levantar.
Agora deitada ao chão e impossibilitada de levantar Kipi se aproxima novamente, mas mantendo uma distancia segura onde os braços do Golem não pudessem a alcançar. Neste momento já bem posicionada Kipi começa a atirar nas fendas existentes na cabeça da criatura, as fendas onde brilha a lava em seu interior, Kipi atira varias e varias vezes até que o brilho do fogo no interior da criatura se apague totalmente.
Neste momento após finalizar a coleta do ultimo item da lista e a destruição total de sua oponente, Kipi se põem a andar novamente para retornar à Balsam, viagem esta que lhe toma novamente um dia e meio, porem desta vez Kipi chega ao seu destino sem imprevistos ou atrasos, isso entregando cada mercadoria ao seu destinado comprador.
Concluindo sua missão e coletando o dinheiro oferecido pela busca, finalmente Kipi pode ir até uma pousada e descansar em paz após três dias e meio de viagem, com suas pernas cansadas e até mesmo os dedos doloridos de tanto atirar.
Finalmente na pousada e pronta para relaxar Kipi pega um dos livros no local e começa e lê-lo, sendo este um livro demasiadamente interessante que contava sobre a origem de muitas magias e possibilidades delas.
Kipi folheia o livro durante um bom tempo, pagina a pagina lendo de forma entretida e curiosa, a cada segundo querendo conhecer mais cada tipo de magia, sempre com o interesse de conhecer melhor possíveis oponentes que pode vir a ter ao longo de futuras jornadas. Todavia já extremamente cansada Kipi pega no sono e acaba dormindo com o livro entre os braços.
avatar
Karura
Hunter
Hunter

Mensagens : 54
Data de inscrição : 02/01/2014

Ficha de Personagem
Ficha:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [TREINAMENTO] Kipi

Mensagem por Lord.Kiaro em Dom Jan 05, 2014 4:46 pm

Gostei do seu treino, não teve diálogos entediantes, e a maneira que escolheu para treinar os atributos foi bem interessante e original
Porém o que evitou que recebesse melhores pontos, foi a maneira como vc descreveu a história toda. Não houve pensamentos, citações e diálogos. Só narrações, quando li senti a impressão de ouvi alguém falando de si mesmo na 3ª pessoa.


Avaliação:

Agilidade: 4

Destreza: 4

Poder mágico: 3

Vitalidade: 2

Percepção: 3




avatar
Lord.Kiaro
Admin
Admin

Mensagens : 1993
Data de inscrição : 14/11/2011
Idade : 20
Localização : Perto... Muito Perto...

Ficha de Personagem
Ficha:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum