Últimos assuntos
» [Parceria] Saint Seiya RPG - Santuário RPG
Qui Jun 29, 2017 2:08 pm por Sazaki

» [Parceria] Naruto Survival RPG
Dom Jun 18, 2017 2:43 pm por Survival_Naruto

» Finalmente, o fim do FTA
Qui Abr 06, 2017 8:25 pm por Lord.Kiaro

» Teste de templates
Qui Abr 06, 2017 3:48 pm por Raizen

» [Parceria] Grim Gale
Qui Mar 09, 2017 10:52 am por Grim Gale

» Nascimento TFA
Dom Fev 26, 2017 6:36 pm por Lord.Kiaro

» Previsões?
Sex Fev 10, 2017 7:44 am por Erj Euclid

» Parceria Naruto Tte Bayo
Dom Dez 18, 2016 9:32 am por Aegon

» Hoorii Raito
Qua Nov 16, 2016 2:17 pm por GM.Jin

» Nova Lore
Ter Nov 15, 2016 1:47 pm por GM.Jin

» Mia Avaron
Ter Nov 15, 2016 1:39 pm por GM.Jin

» Aohana Yume
Ter Nov 15, 2016 1:38 pm por GM.Jin

» Ajani Stiegen
Ter Nov 15, 2016 10:43 am por GM.Jin

» I - First
Ter Nov 01, 2016 10:58 am por ADM.Ideo

» Alissa Sena
Dom Out 23, 2016 6:54 pm por GM.Jin


Treinamento do corpo e da mente

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Treinamento do corpo e da mente

Mensagem por Nour em Qui Abr 10, 2014 7:06 pm

Falas
Nour
Senhora Carla
Outros


O cheiro do mar entrava pelo quarto, enquanto as vozes das pessoas madrugadoras soavam como o rebentar das ondas.
Meio para lá meio para cá, Nour ainda enfeitiçado pelo sono virou a cabeça de maneira a que conseguisse ver o relógio, que estava por cima da sua secretária juntamente com algumas pilhas de livros de magia.
Eram 7.30. Nour precisava de se arranjar para ir ajudar o seu pai no restaurante que se situava no piso inferior. Levantou-se num salto, e ainda com a camisa de pijama vestida sem calças utilizando na parte inferior apenas os boxers do dia anteiror, deitou-se no chão para por em prática o seu exercício matinal. Como de costume, o exercício matinal teve inicio com 20 flexões de braços. 1,2,3...10, rapaz sentia os seus braços a ficaram cansados um pouco trémulos talvez;11,12...15, o peso do corpo parecia que aumentará a cada descida, Nour respira fundo a fim de restabelecer as forças perdidas;15,16...20 o rapaz põem-se de joelho no chão e respira profunda e calmamente. Os braços, sobretudo a parte superior parecia que por pouco ,enquanto o rapaz se debruçava sobre o chão, que queimavam. Passa ao de leve com a mão pela teste,limpado-a. Agora,deitado e com os pés presos debaixo da cama preparado para fazer uma série de 20 abdominais. 1,2,3...10 a barriga do rapaz começa a endurecer;11,12,13..15 cada vez que o rapaz sobe a dor é mais grave, e a barriga torna-se cada vez mais rija;16,17..20 sim agora sim, Nour sentia dor, os abdominais pareciam gritar. Era bom ficar deitado,estendido no chão até a dor desaparecer, mas não podia. Mais uma fez, Nour levantou-se com um pulo e dirigiu-se a casa de banho para tratar da sua higiene.
Já no piso de baixo, vestido e arranjado, Nour ajuda o pai levando a comida de mesa a mesa atendendo os clientes.
Um restaurante por si. é pequeno. Possuí um balcão com 4 bancos altos,onde homens se sentam ao final de um dia de trabalho para beberem. Mais 4 mesas espalhadas pelo restaurantes onde pessoas devoram o seu almoço num piscar de olhos pois tem de voltar ao trabalho rapidamente. É a essas pessoas que Nour atende, até que a sua mãe volte das compras mais a sua irmã.
-Bom dia senhora Carla como está?-pergunta Nour com um sorriso deixando a mostra as suas fileiras de dentes.
-Bom dia menino Nour,estou a ver que está bem disposto como sempre? responde a pequena senhora já de idade,sentade na mesa, com os olhos semi-fechados e um pequeno mas gentil sorriso.
A senhora Carla é um cliente habitual do restaurante,dá-se muito bem com o pai de Nour apesar de viver na zona rica da cidade é uma pessoa bastante simples, trazendo sempre consigo o seu casaco branco e seu cachecol castanho assim como os seus olhos.
Spoiler:
-E não é bom senhora Carla? Não me diga que me prefere ver triste
-Não sejas tonto Nour, aiai...Realmente você é como a sua irmã diz, um pouco parvo
-Ela disse isso? Aquela pequena vai ver quando chegar o que é que eu lhe faço.
-Ahah Nour vai-me buscar um café se faz favor, aposto que hoje também tens muitas perguntas não?
-Sim tenho mas tenho de ajudar o meu pai senhora Carla não vai...
-Tsiuu eu espero não há problema-ao disser isto a pele branca da mulher brilhava um pouco criando a sua volta quase uma espécie de aura.
-Muito obrigado senhora Carla, vou-me despachar o mais rápido possível.
Durante mais ao menos 1h, Nour andou a passear pelo restaurante. Senhora Carla, nunca saíra do seu lugar,saboreava lentamente o café enquanto espreitava a cidade pela janela. Carla, tal como Nour é uma maga, contudo possuí uma experiência que Nour não possuí, e um conhecimento enorme sobre o mundo mágico. Conhecimento tal que é passado a Nour cada vez que a idosa mulher decide tomar o seu café no restaurante do seu pai. Tomo o café sempre na mesma mesa. É uma mesa como as outras, que se encontra no fundo do restaurante, a diferença é que a vista não dá para o lado bonito da cidade mas para o lado decadente, pobre, sombrio. Carla olha-o, e olha para as pessoas com um olhar de raiva pela tremenda injustiça.
-Pronto! Já está.-disse Nour enquanto se sentava a frente da sua parceira de conversa.
-Me diga então, quais são suas dúvidas deste vez?
-Eu estive a ler vários livros sobre a minha magia e eu acho que talvez ela não seja um pouco parecida com a magia The Knight ou The Gunner?
-Hmmm uma pergunta deverás interessante,mas já agora porque o pergunta?
-Bem é que nessas 2 magias os usuários mudam as suas armaduras ou armas para aquilo que no momento lhe convêm,aquilo que durante a batalha lhe poderá oferecer a vitória adaptando-se a diferentes meios. Na minha magia eu tenho o controlo de 4 cores do fogo,cada uma com um poder diferente que torna a sua chama única, sendo assim eu também posso mudar rapidamente o meu fogo, a minha chama, dependendo da situação que me encontrou.
-O que você disse é verdade Nour, sua magia é uma magia bastante..com é que hei-de disser...bastante...manipulável. Você pode criar objectos sólidos como espadar e escudos, congelar seus adversários, queimá-los ou até mesmo incapacitando-os     de lutar graças a sua chama laranja. No entanto Nour, as outras 2 magias não só mudam as armaduras e as armas, como também o elemento. Cada arma de um portador da magia The Gunner pode possuir um elemento diferente sendo muito difícil, por vezes, de uma pessoa se aproximar.
-Podem possuir vários elementos? Isso lhe dará uma enorme vantagem sobre qualquer luta!-exclamou Nour, com os olhos de tal forma abertos parecendo que iam saltar.
-Mais ou menos.
-Mias ou menos? Como assim?
-Bem a partida os usários de The Knight são excelentes lutadores corpo a corpo, não conseguindo realizar ataques de longo ou médio alcance. Já os que possuem como magia a The Gunner são óptimos atiradores mas o seu corpo é fraco, evitando conflitos directos.
-É como você diz, cada magia tem a sua fraqueza.
-E descobrir essa fraqueza é necessário para a vitoria, e para se tornar um mago melhor.
-Já agora não quer disser qual é a minha fraqueza senhora Carla?
-Isso é algo que tu tens de descobrir, e se me dás licença tenho de ir, a minha neta esperame.
Levantaram-se. Despediram-se. E a velha maga dirigiu-se a porta do restaurante,abriu-a, desaparecendo de seguida pela enorme corrente de pessoas que passava pela rua.
Ainda tinha 15min de intervalo. Subiu ao piso superior, voltando-se a deitar de barriga para baixo no chão do seu quarto. 1,2,3...10 devido ao esforço feito de manhã, os seus braços pareciam mais fracos e as costas mais largas. 11,12,13...15 está difícil chegar aos 20, os braços queimam e graças ao esforço que o rapaz fazia a sua cara tinha ficado vermelha. 16,17...20 finalmente, deixou-se deitar no chão frio do quarto. Na sua testa, as suas veias brotavam a flor da pele. Precisava de respirar, mas precisar de fazer mais 20 abdominais como os que fizera de manhã. Sem perder tempo. Virou-se de barriga para cima,enfiou os pés de baixo da cama e 1,2,3..10 ufa! A dor que sentia no abdominal era mais aguda,mais forte do que a dor que sentirá nos braços;mais uma vez as veias da sua testa quase que saltavam devido a forma e desempenho de Nour.11,12..15 a dor era intensa, um gemido de dor saí da boca do rapaz enquanto este subia mais uma vez.16,17..20 acabou,deitado no chão, deixou-se levar pelo cansaço e pelo suor. Seu coração batia aceleradamente, enquanto com a sua mão direita, Nour batia no chão ao mesmo ritmo. Deixou-se levar pela brincadeira.
-Nourrrrrrrrrrrrrrr!!!!
Porra! Esquecerá-se do trabalho!
avatar
Nour
Hunter
Hunter

Mensagens : 45
Data de inscrição : 07/04/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum